Edital misturou dois anos para calcular o IPK, aumentando o preço da passagem de ônibus

Embora o cálculo das tarifas de ônibus seja um tanto quanto complexo, a ideia por trás dele é simples: se divide o custo dos ônibus entre os passageiros pagantes. Para ser mais preciso, primeiro se calcula o custo por quilômetro rodado. Depois se calcula o índice de passageiros equivalente por quilômetro (IPK). Dividindo o primeiro número pelo segundo, temos o valor da tarifa.

O IPK, portanto, é essencial na determinação do preço final. Para calculá-lo, deve-se somar: 1) o número de passageiros que paga a tarifa completa; 2) o número de passageiros que paga passagem escolar dividido por dois; 3) o número de passageiros que realiza a integração com o trem vezes a relação entre a parcela paga ao ônibus da tarifa da integração e a tarifa do ônibus; e dividir pela quilometragem rodada pelos ônibus. No manual de cálculo divulgado pela EPTC ano passado explica melhor para quem quiser entender.

Com o tempo, o IPK vai mudando por variações no número total de passageiros, na porcentagem desses passageiros que tem isenção ou na quilometragem. Portanto, é preciso definir um período de cálculo para o IPK. Normalmente se calcula com os valores médios ao longo de um ano. Mas no edital do ano passado a Prefeitura escolheu não usar um ano contínuo! Em vez de usar 2014, o ano anterior ao edital, a Prefeitura usou os dois primeiros meses de 2013 e os dez últimos meses de 2014 para calcular a média. Isso pode ser visto nas planilhas do Anexo VI do edital, na aba de dados operacionais.

Embora lá apareça o IPK por lote, o que nos interessa é o IPK médio do sistema. Se calcularmos para o ano de 2013, chegamos a um IPK de 1,839. Em 2014 ele foi de 1,803. Já no cálculo esdrúxulo da prefeitura, escolhendo uns meses de cada ano, o IPK cai para 1,800:

ipk

Quanto menor o IPK, maior é o preço da passagem. Portanto, essa bizarrice no cálculo fez a tarifa ficar ainda mais cara do que deveria ser. A diferença é pequena, mas se somarmos isso com as outras falcatruas já denunciadas aqui no blog e mais outras tantas que ainda não descobrimos, pode fazer diferença no preço final.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s